domingo, 10 de maio de 2009

Cores e Coisas

Nome: Sofia Monteiro
Cidade: Porto
Blog: coresecoisas.blogspot.com
Site: brevemente
Loja online: através do blog
Flickr: www.flickr.com/photos/36929071@N00




Como descreverias o teu trabalho?

É um trabalho de cores que surge como uma necessidade quase vital de extrair e compartilhar todo um mundo de fantasia interior, quer através de uma tela, de um conjunto de tecidos ou de um simples papel rabiscado…



Como é que tudo começou?

Não houve um começo propriamente dito, mas sim uma evolução contínua, natural e progressiva do meu percurso pelas artes. Talvez começando pelos meus gatafunhos pré-escolares, passando pela Escola Artística Soares dos Reis e terminando no curso de arquitectura. Surgiram pedidos, passou de boca em boca e dei por mim a criar um blog onde divulgo os trabalhos que vou fazendo.

Como escolheste o nome do teu projecto?

Não queria um nome que me limitasse a um tipo específico de trabalho. Pinto, ilustro, faço bonecos de trapos, acessórios… Gosto de fazer muitas coisas, mas o que todas elas têm em comum é serem sempre muito coloridas… daí: Cores e Coisas.



Porquê fazer crafts? O que é que te motiva?

A tal necessidade de extrair de mim as ideias que parecem ter vida própria e transformá-las em coisas palpáveis.

Os crafts são um trabalho a tempo inteiro? O que ocupa os teus dias?

Infelizmente não são a tempo inteiro. Sou arquitecta, mas os crafts estão a ganhar terreno. Já não sei qual deles é o meu hobby.



De onde vem a inspiração para os teus trabalhos?

A inspiração surge sem bater à porta e sem pedir licença. Vem de tudo o que vejo e sinto. Quer seja um filme, um aroma, uma folha seca… Calculo que todas estas informações/sensações se armazenam em gavetinhas cá dentro. Vêm à tona quando menos espero ou quando preciso delas.
Onde é que encontras os materiais para os teus projectos?

Em papelaria técnicas, lojas de tecidos, retrosarias… tudo perto da zona onde vivo.



De todo o processo de produção das tuas peças qual é a parte que mais te agrada?

Agrada-me a execução em si. A ideia ganha forma e consome-me. Enquanto não a transponho cá para fora, fervilho. Nem sempre o que tenho em mente é o espelho do resultado final, mas sem dúvida que a parte que mais me preenche é quando estou a criar.

Como é que divulgas o teu trabalho?

Através do meu blog.

A internet tem um papel importante na divulgação do teu projecto?

Muito importante. É a minha montra virtual. Daí segue-se o fenómeno de boca em boca até chegarem às minhas peças.



O que achas da actual moda do artesanato urbano?

Acho que este boom no artesanato urbano só foi possível devido à internet. É uma ferramenta fantástica para que este tipo de artesanato cresça e chegue a qualquer lado rápida e eficientemente. A divulgação e troca de informação multiplicou-se e possibilitou que imensas pessoas talentosas construíssem uma ponte até ao grande público. Claro que, como em todos os campos, nem tudo tem potencial, mas existem grandes e bons criadores portugueses nesta área artística.

Que conselho darias a quem ainda anda à procura do seu próprio estilo nos trabalhos manuais?

Não ter medo de errar e deitar cá para fora as ideias que vão surgindo, por muito insignificantes que possam parecer, porque a criação/execução é fruto de ideias básicas que se vão moldando até resultados finais sustentáveis.



Podes partilhar alguns dos teus crafters favoritos?

Admiro e gosto de imensos criadores. Existem pessoas extremamente talentosas. A lista seria gigantesca, mas vou conter-me ao máximo e mencionar apenas alguns dos meus criadores portugueses favoritos: Maria Madeira - Kase-faz, Rute Reimão - Reimao; Ricardo Rodrigues – Wishes&Heros [ já entrevistado no Vidas Crafty ], Graça Paz - Atelier XT [ já entrevistada no Vidas Crafty ] e Rita Pinheiro - Matilde Beldroega [ já entrevistada no Vidas Crafty ].

Quais são os teus sonhos para o futuro?

Continuar a progredir nesta área que tanto gosto, mantendo sempre um estilo próprio… e sempre com muitas cores, claro.

11 comentários:

Guizito disse...

É uma rapariga cheia de talento :)Tive o prazer de trocar emails com ela há uns dois anos atrás, quando estava a escrever o meu livro infantil...
Agora quando li «não ter medo de deixar sair cá para fora...», foi isso que me fez ilustrar o meu próprio livro.
Deixei de ter medo... (ou quase)
:))
Quando vejo a entrada do meu site... fico toda babada :)

bjs grandes

irene disse...

Eu fico em pulgas para a próxima entrevista!! Adoro o trabalho da Sofia ela é fabulosa,amo estas ilustrações;)
Bjinhos Irene Sarranheira;)

Biscuitando Massinha mágica disse...

Sem duvida alguma uma artista de mão cheia.

Rita Pinheiro disse...

Sofia, muito obrigado!
Boa entrevista, gostei de ler :)

Anjo De Cor disse...

;) são lindos os trabalhos da Sófia

Dragonfly disse...

Só me ocorre uma palavra: maravilhosa!

Dragonfly disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sofia Monteiro tatesfish@gmail.com disse...

:)
Obrigada!
Beijinhos.

Carla Delgado disse...

A Sofia é um amor.
Tiv a sorte de a conhecer virtualmente e de ter adquirido já vários trabalhos dela.
Está sempre aberta às ideias que lhe vamos dando.
Um verdadeiro sucesso.
Um xi♥ para ela e p a autora deste blog que nos vai permitindo entrevista após entrevista conhecer um pouco mais dos crafters portugueses.

Maria madeira | António rodrigues disse...

Obrigada, Sofia!
Um beijinho e continuação do bom trabalho!

steuf42 disse...

fiquei muito contente por saber um pouco mais sobre a Sofia! ja vão alguns anos em que eu tento ir regularmente no blog dela para "fugir" num mundo mais corido!
parabens!