domingo, 16 de maio de 2010

Pinga Amor



Nome: Ana Lília Jordão
Cidade: Vila Nova de Gaia
Blog: http://www.pingaamor-aj.blogspot.com/
Loja online: http://www.pingaamor.etsy.com/



Como descreverias o teu trabalho?

É um trabalho na sua maioria personalizado, quase sempre são peças únicas, onde os pequenos detalhes têm uma grande importância. São peças muito femininas, românticas, com um toque vintage que ajudam a compor uma história de amor…



Como é que tudo começou?


Tudo começou, precisamente, por causa de uma história de amor, em que eu tive o prazer de poder participar e realizar alguns dos detalhes, numa época em que me sentia um pouco perdida profissionalmente. As coisas começaram a fazer mais sentido e assim nasceu o Pinga Amor!



Como escolheste o nome do teu projecto?

Quando já tinha bem definido o que queria fazer, que área «explorar», faltava um peça fundamental… o nome ideal para o projecto! Mas essas coisas não acontecem quando queremos; um belo dia em que a folha com a lista de nomes continuava em branco, uma das minhas gatas - a Pinga - deu um salto para cima da mesa, levou tudo à frente e depois ficou com os seus lindos olhos azuis de arrependimento a olhar para mim… Foi quando eu disse: «És mesmo uma Pinga Amor!»… o nome já não me saiu mais da cabeça e achei que fazia sentido utilizá-lo.



Porquê fazer crafts? O que é que te motiva?

Muito sinceramente é a satisfação de poder realizar, construir algo com as minhas próprias mãos, para mim e para outras pessoas. Adoro ver a expressão no rosto das pessoas, é o que mais me motiva! Poder contar algo e dar significado a um objecto que fica como recordação de um momento especial!

Os crafts são um trabalho a tempo inteiro? O que ocupa os teus dias?

Infelizmente ainda não é um trabalho a tempo inteiro, confesso que até é complicado chamar «trabalho» ao que faço, porque para mim é muito mais que isso. Ainda não me posso dedicar a 100% ao que mais gosto de fazer. Por isso, neste momento, o Pinga Amor ocupa os meus dias a 80% e os restantes 20% ocupo-os num part-time como colaboradora numa loja onde tenho as melhores colegas do mundo!



De onde vem a inspiração para os teus trabalhos?

Basicamente de tudo o que me rodeia. As melhores fases de inspiração surgem na maioria de coisas tão simples… de uma nova amizade, de um lugar novo, de um padrão de um tecido, na cor de uma flor, de um aroma que nos faz lembrar algo, do sabor de algo delicioso…



Onde é que encontras os materiais para os teus projectos?

Como moro em Vila Nova de Gaia, as retrosarias da baixa do Porto são um dos meus locais preferidos para fazer compras e onde encontro uma boa parte dos materiais que preciso, mas também compro muita coisa através da Internet e quase sempre são materiais que vêm dos Estados Unidos e Inglaterra.

De todo o processo de produção das tuas peças qual é a parte que mais te agrada?

É complicado de responder qual a parte que mais gosto, mas posso nomear quatro fases de todo o processo de produção: quando falo com a pessoa/cliente e trocamos ideias, quando supero mais uma dificuldade/barreira e o meu trabalho evolui, quando recebo o feedback dessa mesma evolução e a expressão das pessoas quando as peças estão finalizadas.



Como é que divulgas o teu trabalho?

Através do meu blog, da minha loja no Etsy, do portal O Nosso Casamento, dos amigos e família (que têm sido fundamentais e que me dão muito apoio) e brevemente através do site Simplesmente Branco (a partir do dia 17 de Maio), um projecto ambicioso e muito desejado, que vai mostrar às pessoas novas perspectivas numa área que não prima pela diversificação em Portugal. E também a todos que gentilmente colocam o link do meu blog nas suas páginas pessoais e nos blogues dos seus projectos.

A internet tem um papel importante na divulgação do teu projecto?

Sem dúvida.



O que achas da actual moda do artesanato urbano?

Como todas as modas, tem os seus aspectos positivos e negativos. Para uns é um escape ao dia a dia e à frustração de algo que não conseguiram realizar; para outros é uma maneira de expressar o que lhes vai no pensamento e mostrar a verdadeira essência de que são feitos e ainda há aqueles que não encontram um lugar, um rumo a seguir…

Que conselho darias a quem ainda anda à procura do seu próprio estilo nos trabalhos manuais?

Que sejam verdadeiros com vocês próprios, façam algo que vos diga algo e vos diferencie. Que tentem aprender com as dificuldades que vão aparecendo, aproveitem ao máximo a ajuda de quem gosta de ajudar e que SONHEM MUITO!



Podes partilhar alguns dos teus crafters favoritos?


Tenho muitos, vou apenas nomear alguns que já aqui passaram sem nenhuma ordem específica: Matilde Beldroega, Isabel Rocha Leite, Beijos de Algodão, Rita Vaz Origami, Details Lover by Ema, Miss Needle, Papoila Menina, Mané Pupo, Elotopia...

E ainda: LluvavSeptember House, Emilie Friday, Cotton Bird Designs, Lollipop Workshop, Which Goose, Red Hot Pottery, Heather Bailey, Amy Butler, Martha Stewart.

Quais são os teus sonhos para o futuro?

Que o projecto Pinga Amor voe mais alto e que continue a fazer parte da minha vida sem tempo definido e que, entretanto, algumas ideias antigas e persistentes na minha cabeça ganhem finalmente vida. Que as peças continuem a contar histórias de amor…

8 comentários:

Rita disse...

Adorei conhecer o trabalho da Pinga Amor!

Obrigada pelo regresso das entrevistas.

Bjs,

Rita

Pinga Amor disse...

Elsa, muito abrigada pela distinção! Para mim foi uma honra poder participar no Vidas Crafty.

Adorei a tua selecção de fotografias, é sempre bom ver o que os "olhos" dos outros apreciam, é uma outra maneira de ver o meu trabalho.

Que o Vidas Crafty continue com deliciosas entrevistas, e a dar vida ao trabalho desenvolvido pelos mais criativos!

Muito obrigada!
Beijinhos,

Ana

fofs disse...

Acompanho o blogue Pinga Amor já à uns meses e tenho mesmo de dar os parabéns por cada detalhe e pormenor. nota-se mesmo que os trabalhos são feitos com muito amor :)

Quanto ao Vidas Crafty, ainda bem que está de regresso :) já tinha saudades das entrevistas semanais.

Beijinhos

Miss disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
missneedledesign disse...

Muitas felicidades Ana!

O maior sucesso com o Pinga Amor e com os teus novos projectos...

Continua com o bom gosto, sensibilidade e carinho que colocas em cada peça e que a transforma em realmente única e especial.

Beijinhos!

Guizito disse...

Que lindo... gostei muito de conhecer os trabalhos e um pouco mais da história deste projecto :)

Pinga Amor disse...

Obrigada a todos pelos vossos comentários! :)

Guizito disse...

Já conhecia o trabalho da Pinga Amor mas adorei conhecer a Ana um pouco melhor :)

beijinhos